Quais profissões têm mais e menos psicopatas?

1986

Você sabia que algumas profissões apresentam pessoas com mais tendências psicopatas do que outras? Isso não quer dizer, obviamente, que todos os profissionais das áreas com mais psicopatas relatados tenham problemas ou transtornos de personalidade. Esta é apenas uma estatística baseada em observações e estudos.

Além disso, é necessário compreender que psicopata não significa apenas alguém que anda com uma motosserra na mão, pronto para matar. Por definição, a psicopatia é um transtorno de personalidade, que tem sido descrito e caracterizado pela demonstração de emoções superficiais por parte do paciente, ou seja, as pessoas consideradas psicopatas podem simplesmente apresentar falta de empatia, falta de sentimento de culpa, egocentrismo, caráter superficial, tendência à manipulação, irresponsabilidade, impulsividade e comportamentos antissociais.

A psicopatia necessita ser tratada, assim como qualquer transtorno psicológico, e em raras ocasiões a doença está relacionada à criminalidade.

A personalidade psicopática foi apresentada em estudos formais pela primeira vez no ano de 1941, pelo médico psiquiatra norte-americano Hervey M. Cleckley, que atuava na Medical College, da Geórgia.

De acordo com os estudos, a psicopatia é determinada por um conjunto de fatores, traços de personalidade e comportamentos. Normalmente, os psicopatas são pessoas de boa aparência, que causam ótima impressão e que são extremamente dissimuladas, desonestas e insensíveis.

Confira agora quais são as profissões com mais e com menos psicopatas. Será que você está em um destes grupos?

Top 10 das profissões com mais psicopatas

1. CEO

2. Advogado

3. Profissional de Rádio e TV

4. Vendedores

5.Cirurgião

6. Jornalista

7. Policial

8. Clérigo

9. Chefe de Cozinha

10. Funcionário Público

Top 10 das profissões com menos psicopatas

1. Cuidadores

2. Enfermeiro

3. Terapeuta

4. Artesão

5. Esteticista

6. Trabalhador Voluntário

7. Professor

8. Artista

9. Médico

10. Contador

Conclusão

A maioria das profissões com conexões humanas, em que é preciso lidar com sentimentos, não apresenta ligação com características psicopatas, pois são áreas de trabalho que não oferecem muito poder. No geral, os psicopatas por natureza se sentem atraídos por profissões que trazem poder, fama e prestígio e que são totalmente desassociadas de sentimentos.